FESTIVAL CULTURAL É ADIADO, É O MOMENTO DA SAÚDE SUBIR NOS PALCOS, DIZ SECRETÁRIO

Evento teria gastronomia truck e shows com Martnália, Melim, Gino e Geno e Ira

A Prefeitura de Machado e o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do COVID-19 através do decreto nº 6.361 de 22 de abril de 2020 adiou a realização do 3º Festival Cultural de Machado, programado para ocorrer entre os dias 5 e 7 de junho na Praça Antônio Carlos. A medida vem de encontro a suspensão de eventos públicos e privados, culturais, esportivos, comerciais e artísticos que tenha aglomeração de pessoas.

Para o secretário de cultura de Machado, João Alexandre Moura, o momento é da saúde subir nos palcos, e preservarmos o nosso maior patrimônio, a vida. “Trabalhamos durante seis meses na produção da terceira edição com shows nacionais, regionais, locais, gastronomia e infraestrutura prevendo inclusive utilizar recursos captados através do ICMS Cultural e Turístico, mas decidimos adiar, tal como fizemos com o Fest Areia e aguardar este momento de pandemia e pós-pandemia passar e nos reprogramarmos, a data é impossível prever, mas desejaríamos muito realizar a edição 2020 do festival, que inclusive nas edições anteriores movimentou o comércio local, restaurantes e hotéis”, pondera João Alexandre.

Sabemos que o setor de entretenimento, cultura, eventos e turismo foram os primeiros a parar com a pandemia e serão os últimos a retornarem devido à aglomeração de pessoas, a própria agenda dos artistas vai ser um grande desafio reagendar novas datas, haja visto que os mesmos tiveram adiamentos e cancelamentos por todo o Brasil, mas o momento agora é focar na saúde, na assistência social dos que mais precisam, preservar empregos e continuar higienizando a cidade para que nossas vidas voltem a normalidade o mais breve possível, diz o prefeito Julbert Ferre de Morais.

FESTA DE SÃO BENEDITO 2020

Sobre a realização da 106ª Festa de São de Benedito de Machado que ocorre na segunda quinzena do mês de agosto, o secretário de cultura, João Alexandre Moura informa que no início de maio o Comitê Gestor do COVID-19 deliberará sobre a questão da maior festa do município, haja visto a mesma começa a ser produzida com pelo menos quatro meses de antecedência.

“Nos reuniremos com o Comitê, Paróquia Sagrada Família, Associação dos Congadeiros, Secretaria de Saúde, autoridades sanitárias, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho do Patrimônio Cultural e com a Promotoria de Justiça do Ministério Público para decidirmos sobre o assunto em tempos de pandemia”, relata João Alexandre.

A Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte está preparando um levantamento técnico de dados estatísticos a ser apresentado referente a quantidade de membros de grupos culturais, pico de aglomerações, fluxo de turistas, visitantes, machadenses e de todos os barraqueiros cadastrados e origem de suas cidades, estados e países.