Machado é o destaque na formação de empregos formais do Sul de Minas

Dados divulgados pelo CAGED mostram que a o município foi na contramão das cidades vizinhas na geração de postos de trabalho no primeiro semestre

O CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão do Governo Federal gerido pelo Ministério do Trabalho, responsável por medir os índices de vagas de empregos formais preenchidas e fechadas em todo o país, mostrou que o município de Machado é o quarto maior gerador de empregos no Sul de Minas.

Com pouco mais de 40 mil habitantes a cidade ficou a frente de municípios vizinhos e mais populosos como Poços de Caldas, além de ocupar a 17ª posição no ranking estadual – figurando no top 20 no índice de geração de empregos.

No total a cidade teve um saldo de 901 contratações com carteira assinada apenas no primeiro semestre de 2019. A agricultura segue como grande responsável pela maioria das contratações – tendo como carro chefe o setor cafeeiro, porém, setores como construção civil e também a vinda de grandes indústrias que escolheram investir e fixar sede no município contribuíram positivamente para a geração de empregos para os munícipes.

Investimentos

Segundo o prefeito Julbert Ferre a ideia daqui para frente é continuar investindo em caminhos que possam potencializar a geração de empregos formais tanto nas zonas rurais como na cidade.

Ceder espaços e atrair mais investidores dos setores industriais e de construção civil para garantir novos postos de empregos já a curto prazo e, para os moradores das zonas rurais, a ideia é apostar em outras vertentes além do plantio do café.

Uma das grandes apostas da administração é oferecer espaços para o plantio de frutas vermelhas, dando aos pequenos produtores - da chamada agricultura familiar -, a possibilidade de expandir suas opções, aumentar seus ganhos e movimentar mais ainda potencialidade agrícola local.

A geração de emprego é umas das principais prioridades da atual administração e a meta do município de Machado é manter-se entre os primeiros do ranking do CAGED e, assim, se tornar uma referência no Sul de Minas.

Novos dados sobre a formação de empregos devem ser divulgados ao final do próximo trimestre pelo Ministério do Trabalho.