Machado inicia registro do pastel de fubá como patrimônio cultural imaterial

O Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Machado, em sua 37ª reunião ordinária, realizada em 27 de abril e em conformidade com a Lei Municipal 2.755/2017 emitiu parecer prévio sobre o registro do pastel de fubá como patrimônio cultural imaterial de Machado. A proposta de iniciativa do secretário municipal de Cultura e Turismo, João Alexandre Moura pautou-se nas bases da política de preservação e valorização dos bens culturais do município no registro dos saberes, conhecimentos e modos de fazer enraizados no cotidiano da comunidade.

O Conselho e a secretaria de Cultura e Turismo oficiaram o prefeito municipal, Maycon William da Silva para autorização dos trabalhos de registro que visa valorizar o produto machadense nos aspectos culturais, gastronômicos, turísticos, econômicos, apoio a pequenos negócios, valorização do modo de fazer único e de difusão do nome da cidade de Machado a nível nacional.

O pastel de fubá de Machado é uma tradição familiar iniciada a partir da ligação secular de escravos que produziam o fubá como alimento e posteriormente a massa de fubá de milho foi aprimorada pelas famílias italianas e portuguesas residentes no município. Conhecido e comercializado em diversas cidades da região, mais também em grandes centros como Campinas, Brasília e no Mercadão de São Paulo, o pastel de fubá de Machado é único em seu modo de fazer e vinculou-se na mesa do machadense, nas festas de São Benedito e facilmente encontrado em feiras, mercados, lanchonetes saboreado junto com o maior produto do município, o café. Os diversos recheios dos pastéis junto a um bom café são marcas da identidade cultural do povo de Machado.

O secretário de Cultura, João Alexandre explica que com o registro do pastel de fubá de Machado como patrimônio cultural, o município poderá promover concursos, criar um cadastro com fornecedores e aprimoramento das técnicas e modo de fazer, divulgar o produto, valorizar nossa história, cultura e gastronomia local, impactar na produção local, gerar mais empregos, incentivar negócios em torno do bem cultural, além do município aumentar sua arrecadação de recursos dentro do programa ICMS Cultural e também do ICMS Turístico no critério gastronomia.

Após a anuência autorizativa dos trabalhos feita pelo prefeito Maycon William, a prefeitura lançará um cadastro online na internet para produtores artesanais e comerciantes visando criar um banco de dados municipal para construção de políticas públicas em torno do pastel de fubá de Machado.

Os municípios mineiros de Itajubá, Pouso Alegre e Itabirito possuem registros de patrimônio cultural, porém com nomes, características e modos de fazer totalmente diferentes de Machado. Inclusive com denominações distintas como angu e farinha de milho. Com o registro do pastel de fubá, Machado pode se tornar a primeira cidade brasileira, inclusive diversas matérias em jornais e grandes redes de TV já destacaram esta tradição desenvolvida no município.