Detalhes da Notícia

Prefeitura e Sindicato Rural debatem segurança rural com autoridades
Prefeitura e Sindicato Rural debatem segurança rural com autoridades

A Prefeitura de Machado e o Sindicato dos Produtores Rurais de Machado convocaram uma reunião com os moradores da zona rural do município e as principais autoridades de segurança de Machado. O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (01) no auditório do Centro de Excelência do Café.

Estavam presentes o Comandante do 64º Batalhão da Polícia Militar de Alfenas, Tenente Coronel Márcio Bocher; o Comandante da 164ª Companhia de Polícia Militar de Machado, Capitão Douglas dos Santos Volpin; o Delegado da Polícia Civil, Dr. Juliano Silva Lago; o Investigador da Polícia Civil e o chefe do serviço de inteligência, Maurício Botazini Junior. O Comandante da 18ª Região da PM de Poços de Caldas, Coronel Frederico Antônio Lima veio a Machado participar o evento, mas precisou atender a um chamado urgente da corporação, por isso não fez parte da mesa.

O Prefeito Julbert Ferre, o Presidente da Câmara, Maycon Willian da Silva e o Presidente do Sindicato Rural, Sebastião Tardioli também estavam na mesa e, assim como as demais autoridades, responderam a perguntas da plateia.

Cerca de 300 moradores dos bairros rurais e distritos de Machado lotaram o auditório do Centro de Excelência e ouviram palestras sobre as ações de curto, médio e longo prazo. Ao final, o microfone foi aberto à população e eles puderam expor seus problemas e preocupações diretamente às autoridades.

Dentre as ações concretas e mais imediatas para coibir a onda de assaltos da zona rural do município, uma parceria entre o Sindicato Rural e a Prefeitura vai implantar em Machado um aplicativo de monitoramento que trabalha com o cadastro dos moradores de cada bairro, oferecendo coordenadas exatas para a polícia sobre as residências através de georreferenciamento. Com o cadastro, os moradores vão ter a tecnologia como aliada na formação da rede de vizinhos protegidos e uma comunicação direta e efetiva com as polícias.

Além do debate aberto, os moradores também receberam diversas dicas de como agir com movimentações suspeitas, como ajudar a polícia a obter informações válidas e até sobre a posse de arma legalizada na propriedade rural.



Fotos da Notícia